Campanhas Eleitorais em Tempo de Pandemia

Não há como negar que a pandemia da Covid-19 afetou o mundo todo e trouxe mudanças em todos os aspectos.

No Brasil, com eleições previstas para este ano, trouxe mudanças profundas nas campanhas eleitorais.

Nos municípios, sem poder sair à rua, registrar fotos, fazer discursos em palanques, a produção de conteúdo para divulgação nas redes sociais é a aposta para o sucesso nas urnas.

Para aqueles que já são prefeitos e tentam a reeleição, a Covid-19 deu um apoio e conteúdo, pois chamou a audiência. Importante nessa fase é uma boa assessoria, porque a população está aguardando o seu posicionamento, suas orientações e qualquer atitude impensada pode ter uma repercussão muito negativa.

Aqueles que estão pleiteando um cargo executivo deparam-se com o problema da dificuldade de criar conteúdo. Esse é um problema sério, pois com a pandemia, o pré-candidato encontra restrições de agendas externas.

Para ambos os casos, se havia um planejamento eleitoral de comunicação, ele não existe mais. Tudo mudou, mas o objetivo precisa ser mantido. O que muda é como alcança-lo através da comunicação.

A capacidade de frequência nas mídias sociais está maior, portanto, mantenha suas redes sociais movimentadas, esteja sempre presente nelas. Nos momentos de crise, é importante que se posicione, alentando o eleitor, o cidadão, apresentando soluções e respostas tanto em termos de políticas públicas quanto em termos de canais de comunicação, onde esteja em constante diálogo. Dê feedback.

A qualidade de informação, a confiabilidade naquilo que está sendo transmitido é que vão fazer a diferença. Tenha uma comunicação responsável e não populista.

Além disso, o timing do conteúdo é primordial. Esteja sempre atualizado e poste informações importantes em suas redes. Mas, não adianta comunicar alguma decisão do Governo Federal, por exemplo, se ela já aconteceu há dias.

Estão sendo muito utilizadas as lives na comunicação. É necessário não vulgarizá-las, exibindo-as diariamente ou sem conteúdo relevante. Aborde nelas os problemas das cidades e as políticas públicas que estão sendo utilizadas, por exemplo.

Nunca foi tão vital para um político o conceito de comunicação permanente. As redes sociais são, no momento, um excelente meio de manter essa comunicação e firmá-la, de maneira a leva-lo a atingir seus objetivos.